NOSSO NORTE É O SUL
 

Bairro Belém Novo visto da Vila da Amizade. Foto: Matheus Piccini/ LB
Bairro Belém Novo visto da Vila da Amizade. Foto: Matheus Piccini/ LB

    Se a Terra é redonda, como saber se o norte fica em cima e o sul embaixo? O princípio da dúvida, da investigação e da divulgação dos diversos lados da realidade são princípios básicos do jornalismo. Fiel a eles, o jornal comunitário Lado B apresenta um olhar singular sobre o bairro Belém Novo. Aquele olhar camuflado pelo cotidiano, deturpado pelos interesses econômicos e político-partidários, guardado na memória dos moradores, ou perdido na história. Dessa forma, se propõem a contribuir com a formação do pensamento crítico, com a valorização do patrimônio ambiental, com a qualidade de vida e com a autoestima de seus habitantes.
    O informativo terá periodicidade bimestral, sendo produzido por uma equipe de profissionais da própria comunidade (jornalistas, fotógrafos, colunistas, ilustradores), contando com colaboradores externos. Terá, também, um caráter de jornal laboratório mediante a parceria com universidades (cadeiras de Jornalismo Comunitário da PUCRS e UFRGS). Na prática, isso se dará da seguinte forma: estudantes serão encaminhados para participar das edições sob orientação da equipe e também de jornalistas convidados, que farão oficinas com os universitários.
    A cada edição a equipe fará reuniões de pauta aberta a convidados da comunidade, capazes de contribuir não apenas na construção de pauta quanto na linha do jornal. Assim, o Lado B pretende ser realmente um porta-voz dos moradores de Belém, mantendo a pluralidade, mas com uma linha clara de valorização do desenvolvimento socioambiental. Dessa maneira, pretende contribuir para a inversão da lógica de que o norte sempre indica o rumo a seguir. Parafraseando o pintor e escritor uruguaio Joaquín Torres García, "nosso norte é o sul".